Português


Os Números Primos e seus Sobrinhos

Nesta história de números e de letras, a autora dá as pistas para o leitor descobrir a natureza lúdica da matemática. Com delicadeza e inventividade, quebra a rigidez do muro que separa o mundo dos números do mundo da palavra e nos apresenta Único, personagem rodeado de filosofia de vida, de poesia e de liberdade criativa, que convida o leitor para conhecer seus inúmeros “parentes” e entender que o universo da matemática pode ser bem divertido.

capa OS NUMEROS

Editora Edelbra

Ilustradora Martina Shreiner

Onde Comprar

Auroras e madrugadas

Quando as manhãs acordam trazem presentes a tiracolo. Ganhamos aquarelas, aromas, sabores, cantos, mimos que nunca encomendamos.
O próprio amanhecer é um presente. E você, leitor, nosso convidado para amar este livro desde a primeira hora do dia. Propomos um passeio pelos poemas que resgatam a Aurora da mitologia grega, o sol da manhã da cultura guarani e a saudação dos milenares peruanos.
Acompanhem nossas madrugadas pelo cotidiano urbano e rural, com todas suas dádivas, deleites e singularidades dos nascimentos. Bom dia, bom dia, bom dia!

Auroras capa alta

Editora: Inverso.
Ilustradora: Ana Paula Pereira.

Onde Comprar

Aranha Castanha e outras tramas

Em uma sequência de crônicas e contos tipicamente contemporâneos, a autora passeia pelas mais diversas temáticas – desde as descobertas da Filosofia e da Matemática até os “fundamentos” do futebol, convidando o leitor a criar e refletir sobre passagens comuns da vida… Inspirada pela ideia da teia, que conecta a tudo e a todos, Aranha Castanha parece uma grande brincadeira com as palavras e o cotidiano, despertando a curiosidade nas vivências das narrativas em primeira pessoa ou em personagens que soam como convidados de um grande happy hour das letras.

principal

Onde Comprar

Entre Dezembro e Janeiro

De dezembro a janeiro a vida escorre entre verdes e concretos, entre o cotidiano e a poesia. Mas o poeta é aquele que mora nas frestas e colhe com as mãos a dor e a festa.

“ O menino da platéia pergunta no final do espetáculo: Posso morar aqui? “

Gloria Kirinus, poeta em tempo integral, nos leva pelas mãos, pelos vãos do dia a dia, nos presenteia com  um olhar agudo sobre todas as coisas leves e pesadas, que o poema é amassado  com cada grão de cada hora, minuto, segundo, de dezembro a janeiro.

E também perguntamos: Gloria, podemos morar aqui?

Roseana Murray, Saquarema, outubro-quase-novembro-quase-dezembro de 2013

10171678_10204136082255151_7207908930785507183_n

Onde Comprar

O galo cantou por engano

A poesia envolve o inusitado do cotidiano. Um eclipse de sol abre cortinas para o jogo,para o humor e para o olhar que confunde até um galo que canta, cocoricando alto,outro bom-dia, no mesmo dia, digo, na mesma noite, nem sabemos mais o que era… Um conto poético e encantador, “declamadopela escritora peruana,naturalizada brasileira, Gloria Kirinus e “desenhado” pela ilustradora Cris Eich.

 

Capa Galo

Leia Resenha no site Dobras da Leitura

Onde Comprar

Formigarra, Cigamiga

Num criativo jogo de palavras, este texto poético reinterpreta a fábula da “formiga trabalhadeira” e da “cigarra festeira”. Leitores de qualquer idade apreciarão conhecer uma formiga que foi “invadida pelo canto da cigarra” e uma cigarra que “é também pipoqueira”. A qualidade do texto se revela também na riqueza das ilustrações, na ousadia e criatividade do projeto gráfico.

formigarra  cigamiga

Ouça a música tema do livro:

Crédito da música do Formigarra/ Cigamiga: Roslete Aviz de Souza

Onde Comprar

Um sol em meu nome

Com belíssimas ilustrações o livro conta a história do menino Carlos, refletindo em torno de seu próprio nome e de sua história. Afinal, o garoto sabia que seu nome era o mesmo do seu pai e que era também igual ao nome do avô. Carlinhos, Carlos ou Carlão… um nome para cada um em cada idade e em cada tempo ou lugar.

9788534939997

Onde Comprar

Camelo e o Camelô

A autora, valendo-se da tradição oriental de relatar histórias, transporta os leitores a uma divertida viagem pelo deserto.

O livro destaca a riqueza poética da oralidade popular e o conhecimento da mitologia do povo egípcio.

088196


Carta para El Niño

Com este livro, a autora começa uma nova aventura pela Paulus, com a ajuda dos ventos, das ventanias e dos vendavais que o tal “El Niño” se encarrega de aprontar. Gloria Kirinus sempre aguardou mensagens do mar. Resolveu escrever para “El Niño”, para ver se ele respondia. E o tal “El Niño”, cheio de mistérios, no lugar de mensagens manda chuva, sol, ventos e nuvens novidadeiras.

9788534932998

Onde Comprar

Um barco em meu nome

Mário é um garotinho bastante observador. Um dia, reparando na grafia de seu nome, percebeu que nele moravam o mar e o rio, duas palavras bem especiais. Ele então constatou que ambas eram muito amigas, cada uma com sua respectiva característica: o mar é salgado, o rio é doce. No final da historinha, o menino tem uma agradável surpresa quando sente um balanço nas letras do próprio nome mudá-las de lugar e dar espaço para outra palavra surgir…

9788534933698

 

Resenha:

Por Nic Cardeal (21.04.2018)

Escrito por Gloria Kirinus e ilustrado por Maria Eliana Delarissa, que conta a doce história do menino Mário, um pequeno curioso das letras e palavras.
Mário é um menino esperto de verdade. Sobe em árvore, olha o rio, lembra do mar. Vai pensando muito depressa, mas também sabe sonhar bem devagar. Sabe muito bem que existe água doce lá na beira do rio e água muito salgada lá no profundo mar azul. É, de fato, um garoto muito curioso, e até parece que passa a noite inteira sonhando com palavras querendo brincar de mudar de lugar.
Ele já sabe, de ouvir contar, que tanto o mar, como o rio, moram em seu nome. De qualquer maneira, confirma a notícia com seus pais: é verdade, e essa verdade Mário não haverá de esquecer jamais! Então ele pensa, pensa bastante, bem ligeiro e bem faceiro, e percebe que o mar e o rio do seu nome são amigos, um é doce, outro é salgado, um está na torneira, no chuveiro, outro faz marola no barco que vem e que vai visitar o amigo!
Mário é tão criativo que até imagina um anzol de pescar palavras no mar, de catar letrinhas no rio! Seus pais, assustados com tanto mar de palavras e tanto rio de letrinhas na imaginação do menino, alertam, preocupados: “- Filho, cuidado com tanto mar! – Filho, cuidado com tanto rio!” E Mário, tão desligado, vai logo dizendo despreocupado: “- Não vou me molhar, nem pegar resfriado…”
De tanto balançar de um lado pro outro no mar de palavras e no rio de letrinhas de sua imaginação, Mário brinca de trocar letrinhas de lugar: tira daqui, tira de lá, troca essa com aquela, ‘noves fora’, agora é que são elas, quanto sobra na marola? Um barco navegando em seu nome de rio, em seu nome de mar!
Todo feliz, Mário grita de alegria: “- Mãe, Pai, mora um barco em meu nome!”
Que tal dar um passeio no barco que mora no nome do menino Mário? Recomendo com muito entusiasmo! Tira remo, troca letra, joga o ‘eme’ na marola do mar, e faz do ‘i’ a isca de fisgar um ‘bê’ e um ‘cê’, e pronto: está feito o barco pra passear nas ondas da imaginação do menino Mário!
Agora é hora de contar só mais um segredo: sabe por que a Gloria tanto gosta de contar essa história das palavras que habitam no nome do Mário?
É que a GLORIA também tem um nome muito vasto, muito rico, todo feito de sucesso:
– nele o mundo todo RI,
– um GORILA brinca ali,
– a ROLA voa,
– a GOLA aquece,
– o LAGO molha,
– o RIO corre,
– a GAROa cai,
– a GLORIA escreve
– e eu LI!

(Vale a pena conhecer esse livro muito lindo!)

Onde Comprar

Sign In